terça-feira, 27 de abril de 2010

Ponta da Doca

Bonita imagem da vila vista a partir da ponta do molhe comercial do porto da Madalena.
Foto em Agosto de 2008.

Iate Espirito Santo

Iate Espírito Santo no porto velho da Madalena em 1954.
Tinha de comprimento 22,75 m, boca 5,01 m, pontal 2,09 m, TAB 78,04 t e tonelagem liquida 57,98. Possuía um motor Mercedes Benz de 322 hp. Podia transportar 50 passageiros.

sábado, 24 de abril de 2010

JOSÉ AZEVEDO

Catamaran "José Azevedo" propriedade de Peter Café Sport com o registo H-85-AC no porto da Madalena.
Embarcação destinada à actividade de Whale Watching e passeios turísticos.
Principais Caracteristicas:
Comprimento - 13,00 m
Largura - 5,30 m
Lotação - 45 Pessoas
Foto em 24-04.2010 às 18.50

Transportes Colectivos Terrestres



Inicio da década de 30 do séc passado, as carreiras marítimas regulares entre os portos de Madalena e Horta vieram criar uma nova actividade nesta vila com o aparecimento do automóvel: os transportes colectivos terrestres.
Na foto os primeiros autocarros e táxis estacionados à porta do café do "Mr. Rogers" (actual Café Central) e em frente à igreja. Saliente-se que a Vila da Madalena hoje dispõe de uma empresa de camionagem, a "Cristiano, Lda", que possui na sua frota os mais modernos autocarros de turismo que circulam na Região.

ESPALAMACA



Postal de 1966, lancha Espalamaca, com o registo H-177-TL, propriedade da Empresa de Lanchas do Pico a entrar no porto da Madalena após ter sido modificada nos estaleiros de Sto. Amaro do Pico pelo mestre Julio de Matos ficando com as seguintes caracteristicas:
Comprimento: 17,46 m
Boca: 4,17 m
Pontal: 1,65 m
TAB: 33,03 t
Propulsão: 2 motores Gray Marine 160-225

A Espalamaca em foto do mesmo ano a carregar passageiros e mala postal dos CTT no cais da Madalena.

sexta-feira, 23 de abril de 2010

LINDO

Interpretação artística do porto velho da Madalena.
Vitor Boga 1999

quinta-feira, 22 de abril de 2010

A MADALENA E O SEU PORTO

Fotografias antigas do Porto da Madalena e zonas envolventes. Algumas são verdadeiro testemunho da importancia do porto na economia da freguesia da Madalena. O autor deste Blog agradece a cortesia da Professora Beatriz na cedencia das mesmas para digitalização.



Em frente pode observar-se a "Pensão das Senhoras Carteiras".
À direita, no lugar da pesqueira, a "Hospedaria do Sr. João Brum Pires Quaresma".
Ficavam nestes "Hoteis" pessoas vindas de outras partes da ilha, que necessitavam viajar até à Ilha vizinha.

Caíque em serviço no porto com "mar bravo".

Atrás do Passal a "Padaria Andrade" realçando a chaminé do forno.


O paredão de pedra e a localização do guindaste atestam a antiguidade da fotografia.

Um aspecto de como era a vila com muitas árvores a dividir o espaço e à esquerda na praceta junto ao adro, o velho poço público de maré.
A casa que se vê em frente à Igreja é a da "D. Flora" e as duas janelas pertencem à casa onde funcionou "A Escola dos Rapazes".
O chão da Vila era de "bagaço batido". Por debaixo dos salgueiros ao fundo conseguimos ver uma bancada onde era vendido o peixe fresco.
Os "Magdalenas" já na época demonstravam no seu trajar um certo estilo urbano...

Temporal do norte. Foto já anteriormente publicada neste blog mas agora com mais qualidade.
Antigas recordações! ... As Maresias! ... Uma beleza singular! ...



Whale Watching


A actividade já mexe. Na foto a chegada ao porto velho do semi-rígido "Risso" propriedade da empresa Hortacetáceos a trabalhar em parceria com a empresa Cetacean Watching e o skipper Michael Costa para uma melhor rentabilidade das viagens. Um bom exemplo de gestão.
A foto regista uma viagem bem sucedida após observação da Baleia Azul.
Fotos em 21-04-2010

EXPRESSO DO TRIANGULO - O Regresso


Após um período de ausência esteve hoje no nosso porto o "Expresso do Triângulo" em preparativos finais para voltar ao serviço. Descarregou balsas e outros meios de segurança a fim de vistoria.
Fotos em 21.04.2010

ILHÉU DA MINA


"Ilhéu da Mina" uma das maiores dragas da região esteve hoje no Porto da Madalena com honras de piloto (Cmte. Neves) e auxiliar de manobra da APTO SA "Eng. Tibério Blanc". Propriedade de armadores da Praia da Vitória, este navio descarregou no nosso porto cerca 575 metros cúbicos de areia destinada à construção civil.

Registo: AH-11-AL
IMO: 7533288
IRCS: CSXM9

Construção: FEV1977
Buys, Krimpen
Holanda

Caracteristicas:
Arqueação Bruta: 887 t
Arqueação Líquida: 226 t
Porte: 1373 t
Comprimento: 64,0 m
Boca: 9,96 m
Calado: 3,644 m


Fotos em 21.04.2010

Eng. Tibério Blanc





Pequeno rebocador "Eng. Tibério Blanc" de 300 hp propriedade da APTO SA em manobra no porto da Madalena.
Fotos em 21-04-2010

domingo, 18 de abril de 2010

OCEANÁRIO

Embarcação de pesca de fundo "Oceanário" de construção em aluminio e agora com o seu novo "Flybridge". Com o registo H-214-C é propriedade do armador e pescador picoense José Eduardo.
Foto em 16-04-2010.

ENTARDECER


Entardecer no Porto da Madalena.
Fotos em 18-04-2010 às 19.15

sexta-feira, 16 de abril de 2010

Atuneiro MILÃO

Com o registo H-185-C o atuneiro Milão de 28 metros, propriedade da empresa COFACO, possui o seu casco em fibra de vidro. Na foto vemos a embarcação em aprestos finais para mais uma temporada de pesca. Foto em 16-04-2010.

Pesca Artesanal - Pontinha

Lancha de pesca artesanal "Pontinha". Á esquerda o pescador e armador da mesma, João Marcos, à direita o sempre bem disposto Zé Maria, pescador e armador da lancha de pesca artesanal "Boa-Viagem".
Foto em 16-04-2010.

CRUZEIRO DAS ILHAS - "New look"

A nova imagem do Cruzeiro das Ilhas, navio da Atlanticoline ao serviço da Transmaçor.
Foto em 16-04.2010 no Estaleiro do Porto da Madalena.

Séc. XXI?

Apesar de tanta promessa sobre o reordenamento do Porto da Madalena e do seu núcleo de recreio náutico, esta continua a ser a imagem de marca de quem gosta da actividade e insiste em ter uma lancha por estas paragens. Infelizmente continuam-se a construir portos e marinas a quem já os tinha...
Sorte malvada!
Foto em 14-04-2010, lancha de recreio ancorada na bacia do Porto da Madalena.

domingo, 4 de abril de 2010

"E TUDO O TEMPO LEVOU"

Festa de Nossa Senhora da Boa Viagem de 1982, portinho da Areia Larga. Encostado ao cais o barco do Pico "Sto. António do Monte" da Empresa Sousa Costa Rosa & Ferreira, Lda. (Barcos do Calhau), por fora deste o "Manuel José" e a entrar no porto o "Picaroto" pertencendo estes dois à empresa Campos & Faria, Lda (Barcos da Areia Larga) mais tarde Transcanal. Registe-se a presença de 4 traineiras da frota de madeira da Cofaco já todas desaparecidas identificando-se a que está à esquerda "Baia de Velas" e ao fundo junto do barco o "Condor" que era na altura a maior unidade da frota pesqueira desta empresa.

DRAGA AREIA



Draga Areia propriedade de Martins & Silva, Lda escalou o porto da Madalena inumeras vezes para descarregar e fazer manutenção. Com cerca de 44 mts e capacidade para 400 ton's, o navio encontra-se imobilizado já há algum tempo no molhe acostável do porto da Horta a aguardar futuro incerto...
Foto em Junho de 2006-

sexta-feira, 2 de abril de 2010

Barcos do Pico

Foto de Novembro 1999 do Adamastor e o Rival no seu cais de estacionamento. Até 26 de Novembro de 2002 estas duas embarcações constituíram a frota da Empresa de Barcos do Pico de Amaral Felicianos e Faria, Lda.

TMG e Transmaçor

O velhinho Iate "Espirito Santo" dos TMG a entrar e Cruzeiro do Canal a sair do Porto da Madalena na sua viagem das 18.00 com destino à Horta. Foto de Agosto de 1989.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

GENOVA

Atuneiro Genova, propriedade do armador picoense Carlos Ávila na manhã de 29 de Março após a sua arriagem para mais uma temporada da pesca do atum. Construído em fibra de vidro, com um comprimento de 28,50 mts tem sido um dos atuneiros Açoreanos com maior acumulado de pescado nos ultimos anos.
Entretanto no mesmo dia de tarde foi lançado à agua o atuneiro "Mestre Afonso" propriedade da Conserveira Santa Catarina de S. Jorge.

REI DOS AÇORES

O Atuneiro "Rei dos Açores" do armador picoense Alfredo Quadros com o registo H-194-C varou hoje por um periodo de 5 dias na rampa do estaleiro do Porto da Madalena para manutenção de zincos e pintura exterior. O "Rei dos Açores" construído em aço é o maior atuneiro ao serviço da industria açoreana conserveira de atum. Foto em 31-03-2010.