quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Memórias

Os temporais de mar do Norte  foram sempre um acontecimento que atraiu as atenções dos Madalenenses. Antes da construção do porto novo, a água bem como os calhaus rolados e a lenha chegavam ao “Café Central” nos melhores anos, ou até à porta da igreja quando a tempestade atingia condições extremas.
Hoje, apesar das grandes mudanças na estrutura portuária e social, continuamos a ver os Madalenenses a marcar lugar nos parques de estacionamento da piscina municipal ou da Areia funda, confortavelmente sentados nos seus “popós” em dias de maresia do norte, de máquina digital em punho, para obter imagens, sempre espectaculares, da saída do Cruzeiro do Canal.
A foto do “Memórias” de hoje, com cerca de 50 anos, mostra uma jovem elegantemente vestida no porto da Madalena dividida entre o prazer de ficar na foto e … o medo de “ficar” na foto.    

Sem comentários:

Enviar um comentário