quarta-feira, 31 de julho de 2013

Descarga de atum

Nos últimos dias têm-se registado grandes descargas de "bonito" no porto da Madalena. Mais uma vez a traineira "Amanhecer" lidera na quantidade de pescado. Nesta foto de ontem 30-07-2013  identificamos  o "Génova", "Amanhecer" e Milão. 

Lusitânia

Registo do Lusitânia ao largo da ilha das Flores a 30 de Julho de 2013 em mais uma ligação à ilha do Corvo.

Foto de J. Laranjo

domingo, 28 de julho de 2013

Porto de S. Roque com cais a gosto

Já está na recta final mais uma edição da festa "Cais Agosto" que se se realiza todos os anos no final de Julho. O Cais Agosto é um festival com muita musica e actividades náuticas que traz sobretudo ao porto de S. Roque e zona envolvente muito movimento e um colorido diferente. 
No cais presença do "Expresso Santorini" e lugar para o "Expresso do Triângulo". A gosto ficaram as restantes embarcações fundeadas na baía.


Fotos de Paulo Azevedo em 28.07.2013

sábado, 27 de julho de 2013

Porto de S. Roque - A cabeça

Mais uma vez a cabeça do molhe do porto de S. Roque está em obras. Esta cabeça já foi construída, reconstruída, reparada, construída de novo, disfarçada, etc., mas o que nasce torto...

Foto de Paulo Azevedo em 26.07.2013

sexta-feira, 26 de julho de 2013

Memórias - As sopas do Lusitânia

Estávamos no ano de 2003. Alguns membros da tripulação do Lusitânia tiveram a ideia de confeccionar umas sopas do "Espírito Santo" a bordo da embarcação. O dia escolhido foi o sábado da Trindade. Do talho Ferreira veio a carne, da Padaria Andrade o pão, da adega de mestre José Augusto o vinho, da casa do armador a aguardente do Cachorro, as cervejas e a massa sovada e o José Alberto Duarte (infelizmente falecido) foi o cozinheiro.


Foi sem duvida uma festa alegre e diferente que juntou tripulação, armadores e alguns amigos, numa iniciativa inédita onde nem faltaram os foguetes.


Segundo a tradição no final da "comemoração" deve-se cantar ao Divino Espírito Santo, foi aqui que mestre José mostrou os seus dotes de cantador com uma capacidade de envergonhar muito folião experimentado... É uma pena não haver registo sonoro.


Isto aconteceu há 10 anos.

Fotos em Junho de 2003

quinta-feira, 25 de julho de 2013

As obras do contra-molhe

Clique em ler mais para reportagem completa

Descarrilamento em Santiago de Compostela

quarta-feira, 24 de julho de 2013

HORTA – LES SABLES 2013 (Nota de Imprensa)


Sébastien Rogues/“GDF Suez” vence a segunda etapa e triunfa na regata


A dupla francesa Sébastien Rogues / Fabien Delahaye, com o veleiro “GDF Suez”, ganhou a segunda etapa e venceu em termos de classificação final a quarta edição da regata Les Sables / Horta / Les Sables para iates da Classe ’40 (veleiros com 12 metros de comprimento), que se conclui em França até esta quarta-feira, 24 de julho.
A equipa vencedora terminou o percurso entre a ilha do Faial e a cidade de Sables d’Olonne em 7 dias, 14 horas, 50 minutos e 14 segundos – praticamente mais dois dias que o tempo despendido na primeira parte da competição –, numa etapa que forçou agora a frota, devido ao posicionamento do anticiclone dos Açores, a navegar bem mais a Norte que a rota ideal, chegando parte dos iates a entrar mesmo em águas da zona económica exclusiva da… Irlanda.
Sébastien Rogues, que havia tido como co-skipper na primeira etapa Armel Tripon, acumulou em competição um total de 13 dias, 08 horas, 26 minutos e 42 segundos, tendo navegado 2.981,82 milhas náuticas, medidas sobre o fundo do mar, a uma velocidade média de 9,27 nós.
À chegada a Sables d’Olonne os restantes dois lugares do pódio na etapa foram ocupados pelos gauleses Goulven Royer / Bertrand Buisson, em segundo, no veleiro “Earwen” (havia sido terceiro na Horta), com 7 dias, 17 horas, 58 minutos e 55 segundos de viagem, e, em terceiro, o italiano Gaetano Mura, a fazer dupla, no veleiro “Bet 1128” (sexto na Horta), com Samuel Munard, equipa que perfez o tempo de 7 dias, 18 horas, 20 minutos e 06 segundos.

Nas contas finais da prova, somados os tempos das duas etapas, o veleiro “Earwen” fixou-se na segunda posição, com 13 dias, 15 horas, 08 minutos e 07 segundos, atrás do vencedor “GDF Suez”, enquanto o terceiro lugar foi arrebatado pela dupla Halvard Mabire / Miranda Merron, do “Campagne de France”, com um tempo global de 13 dias, 22 horas, 37 minutos e 56 segundos.
A quarta posição global desta edição de 2013 da regata Les Sables / Horta / Les Sables foi ocupada pelo veleiro alemão “Red”, do skipper Mathias Blumencron, que fez equipa com Axel Strauss na primeira etapa e com Volker Riechers na segunda tirada da prova e que concluiu a course no tempo de 13 dias, 23 horas, 42 minutos e 34 segundos.
A encerrar o ‘top 5’ desta competição situou-se o já mencionado “Bet 1128”, do velejador da ilha da Sardenha Gaetano Mura, com o tempo acumulado de 14 dias, 00 horas, 59 minutos e 18 segundos, navegador que teve como co-skipper o arquiteto naval de algumas das embarcações mais competitivas em prova (“GDF Suez”, “Bet 1128” e “Mare”), Samuel Munard.
O veleiro alemão “Mare”, de Jorg Riechers / Sébastien Audigane, foi a grande deceção da segunda etapa desta prova, que chegou a liderar durante parte do percurso, acabando por desistir quando estava a cerca de 100 milhas náuticas da linha de chegada, numa altura em que se posicionava já longe da disputa pelos primeiros lugares, em 12.º da tabela classificativa.

Recorde-se que a regata Les Sables / Horta / Les Sables é uma competição da Classe ’40 que se destina a equipas de dois velejadores e se realiza de dois em dois anos, desde 2007, sendo organizada pela municipalidade francesa de Sables d’Olonne, cidade de onde parte em cada quadriénio a famosa “Vendée Globe”, circum-navegação à vela para navegadores solitários, sem escalas e sem assistência, em embarcações monocasco de 18 metros, tida como a mais dura do calendário náutico mundial.
Na edição deste ano a Les Sables / Horta / Les Sables (prova oficial do calendário da Federação Francesa de Vela) envolveu um total de 18 veleiros, 39 velejadores – de entre eles, 21 são navegadores a tempo inteiro ou profissionais das industriais navais ou do comércio marítimo – e 5 senhoras (3 das quais skippers). Representados nesta competição estiveram 6 países (França, Alemanha, Itália, Reino Unido, Estados Unidos da América e Austrália) e 7 diferentes arquitetos/construtores navais (franceses, britânicos e norte-americanos), destacando-se os gauleses Groupe Finot e M. Lombard, cada um com 5 embarcações em prova.

Horta, 23 de Julho de 2013

terça-feira, 23 de julho de 2013

"O Perfeito Disparate"

O novo porto da Madalena esteve 30 anos à espera de protecção a Oeste. Finalmente a obra nasceu e o efeito de abrigo fez-se sentir de imediato. Hoje, e de acordo com o projecto supostamente ensaiado em laboratório, o empreiteiro  começou a separar esta estrutura da terra. 
Para quem está no cais comercial, uma enorme "garganta" ficará aberta ao Sudoeste e vai deixar o mar entrar. Depois não venham dizer que que nos cálculos matemáticos estava tudo bem...  Qualquer leigo entende que aquilo é "um perfeito Disparate" e o mar não fez exame de matemática! 

Fotos em 23.07.2013

domingo, 21 de julho de 2013

Rally dos Ilhéus

Realizou-se o "Rally dos Ilhéus", um passeio de vela de cruzeiro inserido nas festas de Santa Maria Madalena, iniciativa do Clube Naval da Madalena. Presença de 8 veleiros que, segundo o responsável pelo nosso Clube Naval, seriam muito mais se o nosso porto reunisse o mínimo de condições para receber condignamente embarcações deste género.


Talvez um dia, quem sabe...

Fotos em 21.07.2013 

Abastecimento de gasolina no porto da Madalena

Vida facilitada ás empresas Marítimo Turísticas e a proprietários de embarcações de recreio. A empresa Almeida & Azevedo disponibiliza sobre o cais comercial da Madalena serviço de abastecimento de gasolina. Para efeito basta contactar o posto GALP da Madalena. Neste abastecimento de cerca de 300 litros presença do semi-rigido "La Madrugada" da frota "Picosport", a empresa de Whale Watching mais antiga em actividade no porto da Madalena

Fotos em 21.07.2013

Porto Velho


Foto do porto velho ao fim da tarde de ontem (20.07.2013) com a sua pequena marina a apresentar-se duma forma mais abrangente e "democrática"...


Curiosa imagem do porto velho no mesmo dia às 11:00 horas da manhã, momento em que se efectuavam os rebentamentos para desmanche de rochas na entrada desta bacia portuária. A ausência de embarcações deve-se a motivos de segurança.

Fotos em 20.07.2013

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Movimento de mercadorias

Os navios "Ponta da Barca" e "Cecília A" a descarregar no porto da Madalena no início da tarde de hoje.

Fotos em 19.07.2013 

quinta-feira, 18 de julho de 2013

Descarga de Atum

As traineiras "Génova" e "Cabo do Mar" a descarregar esta manhã em simultâneo no porto da Madalena 25 e 12 toneladas respectivamente.

Fotos em 18.07.2013
Fichas técnicas por Paulo Peixoto

Nome: GENOVA
Indicativo de Chamada: CUXM
Matricula: H-174-C
Porto de Registo: Horta
Ano de Construcao: 1990
Data de Entrada ao Activo: 03/07/1990
Estaleiro: Conafi-Vila Real de Santo Antonio, Portugal
Construcao de Casco: Fibra de Vidro
Comprimento Fora a Fora: 28,10 metros
Comprimento entre Perpendiculares: 24,68 metros
Arqueacao Bruta: 134,00 toneladas
Potencia de Maquina: 441,29 kw
Tipo de Engrenagem Principal: Linhas de Mao e Linhas de Vara

Nome: CABO DO MAR
IMO: 9193434
Indicativo de Chamada: CUST8
Matricula: VV-07-C
Porto de Registo: Praia da Vitoria
Ano de Construcao: 1999
Data de Entrada ao Activo: 04/09/1999
Construcao de Casco: Ferro
Estaleiro: Gestinaval, S.L.- Cudillero, Espanha.Casco#327
Comprimento Fora a Fora: 25,40 metros
Comprimento entre Perpendiculares: 21,84 metros
Boca: 6,60 metros
Pontal: 3,47 metros
Calado: 2,95 metros
Arqueacao Bruta: 138,66 toneladas
Potencia de Maquina: 600,00 hp (441,30 kw)
Tipo de Engrenagem Principal: Palangres
Tipo de Engrenagem Secundario: Linhas de Mao e Linhas de Vara

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Cabo da Praia

A traineira Cabo da Praia com registo na Praia da Vitória a descarregar no porto da Madalena ao inicio da tarde de hoje.

Nome: CABO DA PRAIA.
Indicativo de Chamada: CUSS7.
Matricula: VV-06-C.
Porto de Registo: Praia da Vitoria.
Ano de Construcao: 1998.
Data de Entrada ao Activo: 29/09/1998.
Construcao de Casco: Ferro.
Estaleiro: Gestinaval, S.L.- Cudillero, Espanha.
Comprimento Fora a Fora: 25,40 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 21,84 metros.
Arqueacao Bruta: 138,52 toneladas.
Potencia de Maquina: 441,30 kw.
Tipo de Engrenagem Principal: Linhas de Mao e Linhas de Vara.
Embarcacao Gemia: Cabo do Mar.
 
Fotos em 17.07.2013
Ficha técnica por Paulo Peixoto

segunda-feira, 15 de julho de 2013

Marina do porto velho

Após adiantamento da sua montagem na passada quinta-feira devido à ausência súbita do mergulhador, o pontão central do porto velho da Madalena que alberga as lanchas particulares de recreio náutico, foi hoje (15-07-2013) colocado no sítio. Para o efeito estiveram presentes os homens da Naval Canal, Portos dos Açores, lancha de pilotos da Horta e o mergulhador Jorge Medeiros. Recorde-se que este pontão tem 36 metros e capacidade para 10 embarcações entre os 5 e os 7 metros.
Abaixo o registo fotográfico...
Clique em ler mais  para reportagem completa

domingo, 14 de julho de 2013

Mamma Mia


O grupo de teatro da Escola Cardeal Costa Nunes levou à Ribeira Grande o musical "Mamma Mia". Depois de 11 actuações no Pico e uma na ilha do Faial foi a vez dos espectadores que se dirigiram ao teatro Ribeira Grandense no dia 10 de Julho, terem oportunidade de ver o excelente trabalho destes jovens artistas talentosos muito bem dirigidos pelas professoras Gilberta e Carla. A partida para S. Miguel teve alguns sobressaltos motivados pela avaria do Express Santorini que obrigou o grupo a ir na SATA, mas o resto da digressão correu às mil maravilhas como eles próprios o afirmam.


Já o regresso foi feito como o previsto no Hellenic Wind até Terceira  e depois no navio Express Santorini até S. Roque. Sobre o cais o ambiente era festivo com os pais a aguardar a chegada dos seus promissores "artistas".


A escala do navio em S. Roque durou apenas alguns minutos com a maior normalidade no desembarque e embarque o que em muito se deve ao profissionalismo do pessoal da "Portos dos Açores" para quem trabalho não tem hora...

1ª Foto em 08.07.2013
Seguintes em 12.07.2013

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Hellenic Wind

Escala do navio "Hellenic Wind" em S. Roque do Pico em 10-07-2013 a substituir o "Express Santorini"

Foto em 10-07-2013 por Paulo Azevedo

MS Turanor Planet Solar

O primeiro iate a navegar a volta do mundo sobre energia solar a fazer escala no porto de Boston, hoje, 11/07/13.

Fotos de Paulo Peixoto

quarta-feira, 10 de julho de 2013

Les Sables - Horta 2013

LES SABLES – HORTA 2013 [2]

(Sébastien Rogues / Armel Tripon vencem a primeira etapa)
  
A dupla francesa Sébastien Rogues / Armel Tripon, com o veleiro “GDF Suez”, venceu esta quarta-feira, 10 de julho, a primeira etapa da quarta edição da regata Les Sables / Horta / Les Sables para iates da Classe ’40 (veleiros com 12 metros de comprimento), tendo concluído o percurso entre França e os Açores em 5 dias, 17 horas, 36 minutos e 28 segundos.
 Este tempo passa a constituir novo recorde na ligação à vela no sentido da cidade francesa sede da famosa «Vendée Globe» para a Horta, cuja marina se constitui no segundo porto de recreio da Europa e o quarto do mundo mais movimentado quanto a escalas de iates envolvidos em navegação de alto mar e em grandes travessias oceânicas.
 Curiosamente, Sébastien Rogues bateu na primeira metade da regata Les Sables / Horta deste ano o detentor da anterior melhor marca de sempre (datada de 2010) nesta ligação marítima de 1270 milhas náuticas, o alemão Jorg Riechers, que fazendo dupla com Sébastien Audigane, no veleiro “Mare”, necessitou de mais 1 hora, 37 minutos e 47 segundos que os vencedores para cruzar a linha de chegada, quedando-se na segunda posição.
 A completar o pódio nesta etapa da regata Les Sables / Horta / Les Sables situou-se a francesa Catherine Pourre, que tem como co-skipper Goulven Royer e tripula o iate “Earwen”. A sua prova foi concluída em 5 dias, 21 horas, 9 minutos e 12 segundos.
 A Les Sables / Horta / Les Sables é uma competição bienal para veleiros da Classe ’40 que se realiza em anos ímpares, desde 2007, sendo organizada pela municipalidade francesa de Sables d’Olonne, na sequência do estabelecimento anual de uma ‘convenção de compromissos’ com a Câmara Municipal da Horta, nos Açores.