terça-feira, 20 de outubro de 2015

Opção desastrosa!

O comandante da marinha mercante Lizuarte Machado, especialista em transportes marítimos, entende que as escolhas do governo para a aquisição de dois novos navios de passageiros com capacidade para 600 passageiros cada é uma opção desastrosa. “Estes navios, em concreto, são claramente excessivos para aquilo que são as necessidades do mercado. O seu défice de exploração é claramente excessivo para aquilo que são as necessidades do mercado, a relação custo/benefício é desastrosa e, portanto, eu espero que estes navios nunca sejam construídos e que sejam construídos navios que se ajustem àquilo que são as nossas necessidades e que possam complementar aquilo que nós precisamos que seja complementado mas não este tipo de navios”, salientou o deputado socialista, ouvido no âmbito da comissão de inquérito ao transporte marítimo de passageiros e infraestruturas do parlamento açoriano.

Fonte: Jornal do Pico
Foto: net