quinta-feira, 24 de março de 2016

Agora resta-nos a Calheta

Artigo de opinião de Helder Garcia

Agora resta-nos a “ Calheta “

Está decido ! Para alguma pena nossa a lancha “ Espalamaca “, não voltará a navegar mais!

Os apelos e as vastas opiniões para que esta “ Amiga do Povo “ voltasse aos mares, não foram ouvidas.

Para os que tem o poder de decisão, não acharam importante, ou que valesse a pena gastar dinheiro em semelhante projeto!

Resta nos agora a “ Calheta “, outra embarcação emblemática, que durante décadas também foi “Amiga do Povo”.

Se não estou em erro, é propriedade da Câmara Municipal da Madalena, talvez seja uma boa iniciativa englobar a recuperação da “ Calheta “ no projeto da Casa das Memórias.

Além da recuperação do património marítimo, constituiria uma excelente oferta turística, principalmente numa altura que nosso movimento turístico tem aumentado consideravelmente.

O nosso turismo, é muito mais que o turismo de que boa cama, boa mesa, por isso são importantes boas iniciativas, que ofereçam a quem nos visita opções que dêem a conhecer a ilha.

São inúmeros os exemplos de regiões de recuperam o seu património, divulgam no, ou utilizam no para fins turísticos, como é caso da ilha da Madeira, que vende aos turistas, pequenos exemplares de atuneiros, ( alguns construídos em Santo Amaro do Pico, ou adquiridos nos Açores ).

Cumprimentos 

Helder Garcia

1 comentário:

  1. É só ignorantes.
    E serão esses,que irão dar cabo dos Açores.

    ResponderEliminar