terça-feira, 16 de maio de 2017

Memórias - Espalamaca


Lancha "Espalamaca" em manobra no porto velho da Madalena em Outubro de 1957. Entre os vários pormenores desta foto, saliento a abundância de sargaço na rampa. 

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Memórias - Cidade da Horta

Em 1991 a empresa Gui Alves, Lda com comercio de carnes e sediada na Horta comprou este navio e rebaptizou-o precisamente de "Cidade da Horta". A intenção era criar uma linha marítima para exportação de carne entre o porto da Horta e Lisboa.

Ficha técnica por Paulo Peixoto
Nome: CIDADE DA HORTA.
Tipo: Carga Geral.
IMO: 6617013.
Indicativo: CSLT.
Bandeira: Portugal.
Porto de Registo: Horta.
Numero Oficial: I-476.
Donos e Operadpres: Alfercar- Feteira, Faial, Açores, Portugal.
Classe: Rinave Portuguesa.
Ano de Construcao: 1966.
Estaleiro: Atlas-Mak Maschinenbau GmbH- Bremen, República Federal da Alemanha- Casco#438.
Data de Entrega: 30/08/1966.
Comprimento Fora a Fora: 74,60 metros.
Comprimento entre Perpendiculares: 67,21 metros.
Boca Maxima: 11,33 metros.
Pontal: 6,25 metros.
Calado: 3,61 metros.
Arqueacao Bruta: 499,00 toneladas.
Arqueacao Liquida: 225,00 toneladas.
Porte Bruto: 1,275 toneladas.
Gruas: 2X 3,00 toneladas, 1X 10,00 toneladas, 1X 5,00 toneladas. 4 manivelas.
Potencia de Maquina: 1,030 kW (1,400 hp). 1 helice direcional.
Velocidade de Servico: 12,00 nos.
Potencia de Geradores Auxiliares: 158,00 kW.
Nomes Anteriores: Priwall (08/1966-1973), Lugela (1973-1986), Mare Uno (1986-1991).
Vendido para ser desmantelado em Fevereiro de 2001 para sucateiros desconhecidos em Aveiro, Portugal.

quinta-feira, 11 de maio de 2017

NAROBLA

Lancha "Narobla" a nova coqueluche da Picosport de Frank Wirth hoje 11/05/2017 no porto da Madalena.